Endodontia

 
A Endodontia é área da Medicina Dentária responsável pelo diagnóstico e tratamento da polpa dentária (nervo do dente) e tecidos perirradiculares (em redor da raiz do dente) .
A cárie dentária é o principal fator que leva ao tratamento endodôntico não-cirúrgico (conhecido popularmente como “desvitalização”). Este tratamento visa à desinfeção do interior do dente tratando e prevenindo infecções dentárias.
85% das consultas de urgência em Medicina Dentaria resultam de uma doença pulpar (nervo do dente) ou periapical (em redor da raiz do dente).
Tipicamente estas consultas ocorrem por colonização das bactérias no interior do dente, que podem levar numa primeira fase a uma inflamação da polpa dentária (dor no dente, e muita dor no dente com o frio), e se não forem tratadas convenientemente pelo médico dentista podem degenerar para uma infecção dentária (abcessos e drenagem de pus), culminando na extração dentária.
Com o progresso da ciência endodôntica, hoje em dia o tratamento é altamente previsível (com uma taxa de sucesso acima dos 80%) e permite que um dente com uma infecção considerável se possa conservar (evitando a extração do dente) em boca em função.